Associado Medicar, em casos de emergência, ligue:

(16) 3512.4433
0800 941 5455
0800 941 5344
Mãos segurando um aparelho que analisa os níveis de glicose no sangue, evitando complicações do diabetes

Você conhece as complicações do diabetes?

By | Dicas e cuidados | No Comments

Você sabia que entre 2006 e 2016 o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8%? De acordo com a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde, a doença passou a atingir 8,9% da população brasileira. Confira abaixo todas as complicações do diabetes, que podem colocar a saúde em risco.

O que é diabetes e quais são os principais tipos

Antes de conhecer as complicações do diabetes, vale entender o que é esse problema. Ele é caracterizado pela baixa produção de insulina e/ou pela incapacidade desse hormônio de controlar a glicose (açúcar) no sangue, e pode ser divido entre: tipo 1 e tipo 2.

No primeiro, o pâncreas perde a capacidade de produzir insulina por conta de um problema no sistema imunológico, que faz com que os anticorpos ataquem as células produtoras do hormônio. Vale destacar que esse quadro é genético, ou seja, não é causado por fatores externos.

Já o diabetes tipo 2 – o mais comum –, tem relação não só com a baixa secreção, mas também com a redução na eficácia da insulina, comumente chamada de resistência. Esse problema está diretamente relacionado aos maus hábitos, que incluem o alto consumo de açúcares.

Existem, ainda, o pré-diabetes – que indica pacientes que têm potencial para desenvolver o diabetes tipo 2 – e o diabetes gestacional, que corresponde à uma resistência à ação da insulina durante a gestação.

Complicações do diabetes que desencadeiam em quadros de emergência

Existem duas situações que podem se enquadrar como emergências resultantes do diabetes: o excesso (hiperglicemia) e falta (hipoglicemia) de açúcar no sangue.

O primeiro quadro, que geralmente corresponde à taxa de açúcar no sangue acima de 180mg/dL, se apresenta por meio de sede, vontade frequente de urinar, confusão e hálito de maça. Já o segundo quadro, que é comumente caracterizado pelo nível glicêmico abaixo de 70 mg/dL, pode ser reconhecido pela presença de tremores, pele fria e desmaios.

Vale destacar que ambos os problemas oferecem riscos de desmaios. Caso ocorra, procure deixar o paciente deitado de lado e entre em contato com atendimento de urgência e emergência. É importante não realizar outras atitudes sem recomendação médica.

Quem chamar em casos de emergência
A Medicar é uma grande aliada em casos de emergência envolvendo pessoas diabéticas. Isso porque ela conta com orientação médica por telefone 24 horas, o que evita dúvidas e contribui com os primeiros socorros.

Além disso, a empresa realiza atendimento pré-hospitalar ágil no local do chamado, prevenindo, assim, agravamentos e riscos à saúde.

Confira já todos os benefícios que a Medicar pode oferecer para sua família.

Visão da platéia de um show ocorrendo em um grande palco, tipo de evento que exige presença de UTI móvel

Eventos corporativos: a importância da UTI móvel

By | Dicas e cuidados | No Comments

Organizar um evento não é nada fácil, é preciso pensar no espaço, na infraestrutura, nos materiais e na organização. E um ponto que pode colocar tudo a perder é a ausência de uma equipe de assistência médica. Eventos de grande porte – geralmente a partir de mil participantes – são obrigados a ter uma UTI móvel à disposição, no entanto, além da necessidade de seguir a regulamentação federal e/ou municipal, esse apoio é indispensável para garantir a saúde de todos os convidados.

Utilidade da UTI móvel em eventos

São inúmeros os acidentes que podem ocorrer durante grandes eventos. Uns dos mais comuns são a queda de pressão e os desmaios. Esses problemas são frequentes em shows em espaços pequenos ou com muitos convidados. Além disso, podem ocorrer casos de paradas respiratórias por alergias a certos alimentos e quedas que provocam lesões e fraturas.

A UTI móvel é uma grande aliada na hora de lidar com esses acidentes. Isso porque ela permite que os profissionais da saúde realizem um atendimento rápido e efetivo no local do acidente, evitando, assim, complicações e riscos à saúde.

A sua proteção em eventos

A Medicar oferece UTI móvel e equipe médica para cobertura de eventos, visando garantir a segurança dos organizadores e convidados. Com 25 anos de experiência, a empresa promove um atendimento eficaz e cuidadoso, o que oferece segurança e tranquilidade para os usuários do serviço e seus contratantes.

Faça já o seu orçamento com a Medicar!

home com dor no peito, um dos sintomas que permite identificar infartos

Saiba como prevenir e identificar infartos

By | Dicas e cuidados, Sua saúde | No Comments

De acordo com Ministério da Saúde, cerca de 300 mil pessoas morrem anualmente em decorrência de doenças cardiovasculares. E o infarto está entre os casos mais comuns. O que nem todo mundo sabe é que é possível prevenir esse quadro com pequenas mudanças de hábitos e que ele exige atendimento imediato. Confira abaixo como evitar e como identificar infartos, além das formas de lidar com esse problema.

O que é infarto?
Antes de aprender a evitar ou identificar infartos, vale entender o que é o problema.

Também conhecido como ataque cardíaco, o infarto ocorre quando há um bloqueio prolongado no fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco (miocárdio), de forma que ele seja danificado ou morra. Esse bloqueio é resultado da formação de coágulos sanguíneos e do acúmulo de placas de gordura (colesterol) nas artérias.

Como prevenir infartos
Como ficar longe de infartos? Simples: tenha hábitos saudáveis! Assim, é possível garantir a saúde do coração, deixando-o mais forte e reduzindo as chances de acúmulo de gordura. Entre as ações recomendadas estão: a prática de atividades físicas, que ajuda a controlar o peso e melhorar a circulação sanguínea; a adoção de uma alimentação equilibrada, rica em frutas e verduras, e pobre em gorduras saturadas; a manutenção do peso; e o controle do sono e do estresse.

Já na lista dos hábitos que devem ser deixados de lado estão o tabagismo e consumo frequente e intenso de bebidas alcoólicas.

Como identificar infartos

Os infartos podem ocorrer nas mais diversas idades, no entanto, são mais comuns entre pessoas com mais de 45 anos, que são fumantes e têm excesso de peso, pressão alta, diabetes ou colesterol elevado.

O quadro pode apresentar alguns sintomas prévios, como dores no peito durante o esforço físico, tosse seca e dificuldade para dormir. Veja abaixo os sintomas mais comuns que surgem na hora do ataque cardíaco e que exigem muita atenção. Vale destacar que em algumas pessoas o quadro pode ser silencioso ou seja, não apresenta sinais.

  • Dor no lado esquerdo do peito, que pode irradiar para o pescoço, axila, costas, braço esquerdo ou até mesmo, braço direito;
  • Dormência ou formigamento no braço esquerdo;
  • Enjoos e tonturas
  • Palidez e suor frio;
  • Palpitações;
  • Dificuldade para respirar.

Primeiros socorros em casos de infartos

Agora que você já sabe como identificar infartos, é importante descobrir o que fazer quando esse quadro surge. O primeiro passo é ligar para um serviço de emergência, para garantir um atendimento rápido e receber as recomendações necessárias. Durante a espera da equipe médica, é importante não oferecer bebidas ou comidas para o paciente. Além disso, pode ser necessário oferecer ácido acetilsalicílico, mas só com recomendação de um especialista. Em casos de falta de pulsação, inicie massagens cardíacas.

Quem chamar em casos de urgências e emergência
A Medicar é uma grande aliada em casos de infarto, uma vez que oferece Atendimento Médico Pré-hospitalar rápido no local solicitado. Assim, garante a saúde do paciente e a prevenção de complicações. A empresa ainda disponibiliza atendimento em domicílio e uma central de orientação médica 24 horas por telefone.

O atendimento da Medicar é rápido, pois a empresa trabalha com pequenas áreas de cobertura, o que evita grandes fluxos de carros no caminho.

Veja se a Medicar está perto de você e conquiste já a segurança necessária!

Homem com mãos no peito sinalizando infarto, um dos problemas considerados urgências e emergências médicas

Identifique urgências e emergências médicas

By | Qualidade de vida | No Comments

Além dos infartos, você sabe quais situações podem ser consideradas urgências ou emergências médicas? E mais: você sabia que existem diferenças entre esses dois quadros? Confira abaixo as características das urgências e emergências médicas, além dos principais exemplos de cada quadro.

Entenda a diferença entre urgências e emergências médicas

Tanto a urgência quanto a emergência médica exigem atendimento médico ágil, mas existem diferenças entre os dois quadros. A emergência médica consiste em situações críticas e que apresentam perigo eminente. Ela geralmente surge de repente e exige atendimento imediato. Por isso, muitas ambulâncias levam o nome “emergência”. Alguns exemplos são: paradas cardiovasculares ou respiratórias e hemorragias volumosas.

Já a urgência médica deve ser resolvida rapidamente e não pode ter o tratamento adiado, uma vez que pode ocasionar risco de morte. No entanto, tem um caráter menos imediatista que as emergências. Fraturas, cortes e queimaduras, dependendo da gravidade, podem ser reconhecidos como urgências médicas.

Como agir em casos de urgências e emergências médicas

Apesar de apresentarem diferenças, os dois quadros exigem atendimento médico, por isso, é importante entrar em contato com um serviço especializado. Assim, o médico poderá indicar como lidar com a situação e encaminhar uma UTI Móvel, garantindo um socorro rápido e seguro para o paciente.

O seu Serviço de Urgências Médicas

A Medicar pode ser uma grande aliada nas mais diversas situações de urgência e emergência médica. Isso porque ela garante um Atendimento Pré-hospitalar rápido no local do incidente, promovendo maior segurança e atendimento efetivo para o paciente.

Além disso, a empresa realiza orientação médica 24h por telefone, auxiliando no combate ao problema e prevenção de agravamentos antes mesmo da chegada da equipe médica.

Conheça as vantagens que a Medicar pode oferecer para a saúde da sua empresa e da sua família.

imagem de acidente de no trânsito para ilustrar matéria sobre afastamentos por acidentes de trabalho

Os prejuízos dos afastamentos por acidentes

By | Dicas e cuidados | No Comments

Desde o início de 2017, foram registradas cerca de 675.025 ocorrências de acidentes de trabalho no Brasil, segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho. E por mais que uma empresa saiba como evita-los, infelizmente o número de incidentes continua crescendo. A questão é que os afastamentos por acidentes não só prejudicam o funcionário, como envolvem custos que oneram o caixa da empresa.

Custos dos afastamentos por acidentes

Além de envolver o potencial humano, os acidentes de trabalho geram custos imediatos para a empresa, como as horas de trabalho despendidas pelos supervisores para ajudar a pessoa acidentada e para identificar as causas do incidente, e a paralisação de um setor ou de uma máquina, que resulta no atraso da entrega.

Outros custos comuns são os relacionados a indenizações ao colaborador que sofreu o acidente. E vale destacar que essa quantia abrange não só o valor da própria indenização, como os custos processuais.

Em casos de afastamentos por acidentes, os gastos da empresa podem ser ainda maiores, uma vez que a organização é obrigada a arcar com o salário do colaborador durante os primeiros 15 dias de licença. Além disso, pode ser necessária a contratação de substitutos ou o pagamento de horas extras para outros colaboradores afim de não afetar os resultados da produção.

Outros prejuízos causados pelos afastamentos são: redução de produtividade de toda a equipe, repercussão negativa no ambiente de trabalho e até prejuízos de imagem.

Como evitar afastamentos por acidentes

Além de prevenir os acidentes de trabalho, é importante evitar agravamentos que possam resultar afastamentos. Para isso, é necessário garantir um atendimento rápido de qualidade para o funcionário.

Dessa forma, a Medicar pode ser uma grande aliada, uma vez que oferece atendimento pré-hospitalar com agilidade no local solicitado, reduzindo o tempo de afastamento em situações desnecessárias e garantindo um cuidado efetivo para com a saúde do paciente.

Além disso, evita a ausência do supervisor, uma vez que é a equipe da Medicar que realiza a remoção e/ou acompanhamento. Vale destacar que empresa efetua isso seguindo protocolos que fazem com que o acidentado chegue estável até a unidade hospitalar e fica no hospital até que o paciente receba atendimento.

A Medicar conta com uma equipe especializada que faz com que 80% dos chamados sejam resolvidos dentro da própria empresa. Além disso, disponibiliza atendimento em domicílio, visando proporcionar comodidade e qualidade de vida para os associados.

Conheça a Medicar e evite afastamentos de colaboradores na sua empresa.